sábado, 23 de julho de 2016

Cidade FM 102,9 deixa o dial carioca pela segunda vez: o relato emocionado de quem faz parte da história da rádio


Por TioPensamento - DJ e pesquisador musical
https://www.facebook.com/TioPensamento 

Sempre fui apaixonado por música e, consequentemente, por rádio. O rádio tem uma ligação DIRETA com minha formação musical. Algumas rádios fizeram esse papel de formação, como a Fluminense FM, RPC FM, Oi FM, Transamérica, Jovem Pan e a Rádio Cidade.

Destas, a Cidade foi, sem dúvida nenhuma, a maior responsável. Nela eu passei a maior parte do tempo ligado. Foi onde eu conheci bandas novas, aprendi sobre bandas clássicas, passei a entender mais sobre a ligação ouvinte/rádio. Esta mesma Cidade me levou para vários shows, me aproximou de vários membros de bandas, desenhou minha trilha sonora em várias ocasiões. Até que em 2006... A Cidade saia do ar.

Esperei até 00h do dia 06/03/2006, a quebra de protocolo de Serginho Bitenka, MUITO emocionado, trocando a música que deveria tocar e colocando George Harrison, que dizia "All Those Years Ago". Ao acabar, um silêncio. Um silêncio no dial, um silêncio na alma. Havia sumido do dial, a rádio pela qual havia me apaixonado desesperadamente. 

Foi difícil e só com um certo tempo consegui pegar uma afeição pela Oi FM. Mas, mesmo com o passar dos anos, JAMAIS deixei de acreditar que um dia a Cidade voltaria. Segui, acompanhando a Cidade, agora como web rádio, até que um dia, a Oi FM deixa o 102,9FM, o dial SAGRADO. No seu lugar entrou um projeto chamado "A Rádio do Verão", que nada mais era a própria Oi FM, tampando um buraco.

Após este período, a Jovem Pan ocupou o dial, mas ficou pouco tempo, não gerando o retorno financeiro esperado e deixando o dial vago. O que? Os 102,9 vago??? Vamos pilhar, vamos fazer campanha pra Cidade voltar!!! E foi assim. Fizemos uma campanha GIGANTESCA, e, um belo dia, recebo a seguinte mensagem: Conseguimos! A Cidade vai voltar. Foi uma emoção MUITO grande (hoje, escrevendo este texto ainda me emociono ao lembrar ). Fiquei louco, dentro de casa! Não dava para acreditar: A RÁDIO CIDADE IRIA VOLTAR AOS 102,9!!! Junto com esta mensagem, veio uma instrução: Não conta pra ninguém ainda!

Como segurar ??? Como ver a galera pedindo o retorno e não poder responder "Calma, ela vai voltar!!"? Pouco tempo depois, uma nova mensagem: PODE ESPALHAR: Voltamos dia 10/03/2014! Joguei a informação no Facebook e, imediatamente, VÁRIAS pessoas mandaram mensagens perguntando se era real, como era possível, etc.

SIM! ERA REAL! ELA ESTARIA DE VOLTA EM BREVE!!! 

Lembro que meu celular não tinha rádio e comprei um MP3 player destes chineses, só para acompanhar o retorno da rádio. Então, dia 10/03/2014, já liguei o rádio por volta das 6h e sintonizei nos 102,9. Pontualmente, às 7h um coração começa a bater nos meus ouvidos, era ela renascendo... Seguido deste coração, vem a vinheta "Em Brasília 7 horas, agora o bicho vai pegar!!!", logo em seguida, um grito do Paulinho Coruja "E aí galeraaaaa, a Rádio Cidade está de voltaaaaaa" e uma versão de "Aumenta que isso aí é rock n´roll" começa a tocar.

Era o rock voltando aos 102,9! Era a CIDADE voltando, após 8 anos fora do dial sagrado. Acaba a música e, a primeira voz que escuto é a do Serginho Bitenka, o mesmo que havia se despedido do dial, em 2006. Seguido dele, outra lenda: Demmy Morales. E logo depois Paulinho Coruja. Era a mesma galera! Era a Cidade!!! Neste momento, eu, dentro do metrô, não consigo deixar escapar a emoção e rola uma lágrima. Ok, algumas lágrimas.

Neste dia não desgrudei do fone, não desgrudei da Cidade. Como alguém matando a saudade de um ente querido. Rolou de tudo um pouco este dia, inclusive um agradecimento direcionado a mim, vindo do Bitenka, por ter ajudado na campanha do retorno. Que orgulho!!!
No fim do dia dei uma passada no estúdio e QUE FESTA estava rolando. Muita gente na recepção, muita gente nos corredores, todos querendo ver de perto se era verdade. Nos dias que seguiram, foi como voltar ao passado, vários ex-locutores passaram pelo estúdio, aumentando a nostalgia deste retorno: Monika Venerabile, Rhodes Lima, Lia Ester, para citar alguns. A Cidade se solidificou, voltou a crescer, pegou de volta as promoções de shows que deveriam estar com ela desde sempre, recebeu de braços abertos seus ex-ouvintes, colocou o rock novamente do dial carioca!
O que podia dar errado? Era uma das grandes no ibope, em dois anos disparou!!! Até que rolam os primeiros problemas... As primeiras "reformulações": Saem Pamela Renha, Jean, Marcio Mio e Bitenka! Surpresa geral!!! Alguns usaram a crise para justificar, mas infelizmente era bem mais que isso... Um desenho TERRÍVEL estava se formando. Dias depois, anunciaram o término de um dos carros chefes da rádio, o "Hora dos perdidos" e algumas reformulações da programação. Durou 3 dias... No quarto dia uma reunião a portas fechadas selou o destino: Era o fim da rádio Cidade...

Recebi uma nova mensagem na Quinta-feira (21/07/2016), por volta de 9h30, nela uma frase que não gostaria de ter lido JAMAIS: Já era, a Cidade vai sair do dial mais uma vez... Na hora o choque. Não pensei em muita coisa. Com o passar do dia foi caindo a ficha e comecei a perceber o QUÃO grande era o estrago. Até que, por volta de 14h, em seu Facebook, Demmy Morales posta uma foto como Zeca, agradecendo a rádio. Era o fim. A Cidade sai mais uma vez do dial do RJ...

Não culpem a audiência, não culpem o funk, o pagode, a "cena rock" do RJ, NADA disso justifica o arrendamento do dial. A culpa é, ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE da gestão. Infelizmente temos empresários gerindo o 102,9 e não amantes do rádio. O valor oferecido pelo grupo Universo (que irá colocar a rádio Mania no lugar da Cidade) foi considerado irrecusável e com isso o martelo foi batido, sem uma consulta aos funcionários, sem uma consulta aos ouvintes, sem uma justificativa plausível que seja.

A cidade deixa o dial após 2 anos e 4 meses, mas sai com a sensação de dever cumprido. Foi feito de TUDO para que, durante este tempo, as coisas estivessem da melhor maneira possível. Deixo meu MUITO obrigado a TODOS os envolvidos no projeto. TODOS. Vocês foram guerreiros. A Cidade deixa o dial, mas segue na web e em nossos corações. E vocês podem ter TODA certeza que, à partir de hoje, recomeço mesmo que de forma acanhada, mais uma vez a campanha #VoltaCidade.

Um dia ela volta. Ahhhhh se volta...

Nenhum comentário:

Postar um comentário