domingo, 10 de outubro de 2010

SWU: Até o frio vai embora ao ouvir Joss Stone

A linda pérola britânica Joss Stone pisou em solo paulista mais uma vez neste domingo (10), no festival SWU (Starts with You), em Itu, no interior de São Paulo. A voz grave e um suíngue de fazer inveja às loiras do tchan, a jovem mostrou todo seu repertório por pouco mais de 45 minutos, no penútimo show do palco Agua.


Seus pequenos pés descalços mostraram uma forma descontraida de cantar, o que já se tornou praxe nas apresentações de Stone. E logo de cara ouço "Super Duper Love (Are You Diggin' on Me)", cheio de "Yeah, yeah,yeah"... suspiros e lembranças me remotam aos momentos felizes e uma nostalgia toma conta do local.

Quando esteve aqui no ano passado na divulgação do doce e singelo "Colour me Free" (2009), Stone acrescentou apenas 5 músicas para a alegria dos fãs brasileiros. A interação com o público se deu sempre na lingua materna e a guria, era só simpatia e com um naipe de músicos de fazer inveja em bigbands por aí e com três lindas backing vocals.


O ponto máximo no SWU foi quando a pequena Stone se entrelaçou no verde-e-amarelo de nossa bandeira. Deu a entender que ela estaria realmente se sentindo em casa.
Ainda teve tempo para prestar homenagem ao músico Solomon Burke, conhecido como o "rei do soul", que morreu neste domingo os 70 anos. "Ele era uma pessoa que amava a música", disse.

O show seguiu com sucessos de sua carreira, como "Fell in Love with a Boy", releitura de uma música do White Stripes, e "Right to Be Wrong", entre outras. Deu vontade de chorar ao rever fotos de pessoas queridas. Com uma trilha dessas, deixa qualquer Restart no chinelo quando o assunto é sentimentalismo humano.


Por Marcus Vinicius Leite

Um comentário:

  1. Passamos e gostamos do blog. Gostaríamos que, se pudesse, também conhecesse o nosso. Um abraço!
    http://absintomuitorock.blogspot.com/

    ResponderExcluir